Transição para a nova Norma ISO 22000:2018

Transição para a nova Norma ISO 22000:2018

Em 19 de Junho de 2018 foi publicada a norma ISO 22000:2018 – Food safety management. Infelizmente o IPQ ainda não traduziu e publicou a versão portuguesa.

O que mudou em relação à versão anterior?

Como esperado foi aplicada a estrutura de alto nível usada na ISO 9001 e ISO 14001, ou seja o corpo da norma é idêntico, facilitando a integração.

São introduzidos os conceitos de contexto e partes interessadas. Estes conceitos que correspondem a atividades de gestão são importantes no sentido de identificar riscos e oportunidades para o sistema de gestão. O compromisso da gestão de topo é também reforçado em 5.1 Compromisso e Liderança.

Como esperado é incluído o conceito de pensamento baseado no risco. Este conceito pretende antecipar o tratamento de dificuldades ou oportunidades para o sistema de gestão. A definição de “risco” é a mesma da ISO 9001, “o efeito da incerteza”.

Os requisitos da documentação são diminuídos facilitando a adopção de sistemas tecnológicos. Em sentido inverso, dá-se enfoque à comunicação solicitando-se a determinação do que, quando e como comunicar.

Dois ciclos PDCA são visíveis no capítulo 0.3.2, um aplicado ao Sistema de Gestão e um outro aplicado aos Princípios de HACCP.

Na vertente operacional, mantém-se o polémico conceito de PPRO [control measure or combination of control measures applied to prevent or reduce a significant food hazard to an acceptable level, and where action criteria and measurement or observation enable effective control of the process and/or product]. No entanto os requisitos do Plano de Controlo de Perigos, HACCP e plano PPRO, são descritos em paralelo, sugerindo um tratamento similar.

 

A nova edição da ISO 22000 é uma oportunidade para melhorar o desempenho e eficácia do seu SGSA.
Contacte-nos para o ajudar na transição suave para o novo referencial ou implementação de outros referenciais de certificação como a FSSC 22000, IFS ou BRC.